Terça-feira, 6 de Março de 2007

Uma questão de respeito!

É a realidade do nosso país, mas deixa-me triste, muito triste que assim seja...

Alguns da nossa juventude, alguns dos nossos estudantes, o futuro deste país, não sabe o significado das palavras hierarquia e respeito, foi indignada que ontem vi e ouvi a reportagem das agressões que os nossos Professores sofrem por parte dos seus alunos... Profissão de risco chamam-lhe... Professores que também já foram estudantes e hoje dão de si a ensinar o futuro de Portugal, e a moeda de agradecimento de alguns alunos e respectivos pais é AGRESSÕES, tanto verbais como físicas ...

É assim que se agradece o esforço, empenho e dedicação dos nossos professores???

É uma questão de respeito, e isso não existe... Nem foi assim à muito tempo que deixei de ser estudante, e sempre tive dentro de mim, foi-me ensinado isso, respeitar o próximo, o mais velho, o superior, e embora rebelde sem causa, sempre respeitei todos os meus professores mesmo aqueles que menos gostava, e esses hoje recordo-os mesmo assim com um carinho muito especial, se hoje sou quem sou, a eles o devo um pouco, cada um deles construiu um pequeno pilar daquilo que sou hoje e por isso o meu muito obrigado desde a professora Antónia da primária, até as professoras do meu último ano, todos...

Em conversa hoje com uma professora que por acaso é minha patroa, ela conto-me mais umas histórias "fascinantes" do ensino, desde passar nos corredores e ouvir de todos os nomes até ameaças dentro das salas de aula, sem que o professor possa fazer seja o que for em sua defesa, já que corre o risco de vir, o pai, mãe, avó, tio cometer as maiores barbaridades contra quem fora de casa tenta a muito custo completar a educação que vem de casa, quando vem...

E é como Mãe que digo isto, desejo que o meu Filho que aí vem NUNCA se torne nisto... Um adolescente sem educação, o que não creio, porque esse tipo de atitudes partem dos exemplos que se vêm em casa, e nem eu nem o Pai faltamos alguma vez que fosse ao respeito a um professor, é uma questão de dignidade até por nós próprios respeitar o próximo até para que nos respeitem a nós...

Estou indignada.... Não tenho mais palavras...

 

Pela mamã Katya às 21:54
link do post | Digam ao Fábio & Beatriz | favorito
5 comentários:
De mimika a 7 de Março de 2007 às 01:35
Fiquei sensibilizada com o teu post! Li nele o reconhecimento do trabalho que os professores fazem e que, ultimamente, tem sido espezinhado por alunos, pais e mais recentemente pelo próprio Ministério da Educação!
Eu sei que há bons profissionais e maus profissionais, como em todas as áreas, mas tenho a certeza que a maioria deles tudo fazem, muitas vezes longe da família e em condições precárias, para transmitirem saberes/educarem com muito profissionalismo.
Eu, como docente, sempre senti uma inquietação permanente e uma responsabilidade, por vezes, assustadora porque contacto em cada ano com muitas crianças/adolescentes e tenho obrigação de os ajudar a crescer de forma equilibrada, incutindo-lhes o espírito de cooperação e respeito mútuo, tendo em vista a sua formação como cidadãos conscientes, dotados de sentido de justiça e tolerância.
Os alunos que provocam situações de violência e são agressivos/mal educados para com os professores, a meu ver, não podem dar o que não receberam, porque, na maior parte dos casos, também eles sofrem ou assistem a situações de violência física e/ou verbal em casa. Os pais demitem-se do seu papel e delegam-no para a escola, mas a escola não pode ocupar o lugar dos pais na educação dos filhos.
Muito haveria ainda para dizer sobre este assunto que é tão, mas tão importante, por se tratar, precisamente dos nossos adultos de amanhã. Que sociedade estaremos a criar?

Beijinhos

Ps: Fico contente por saber que há pessoas que se conseguem colocar no lugar dos professores.

De Anabela a 7 de Março de 2007 às 17:26
Oi,
Estou de volta para ir acompanhado a chegada do Fabio ;)
Olha quanto ao teu post, eu sou professora e acredita que é muito complicado, já fui aluna, já por lá passei mas de facto no meu tempo havia respeito, um professor mandava calar e nós calavamo-nos, se mandasse fazer um trabalho nós faziamos, nada disso agora é assim, tenho alunos que mando fazer um trabalho e simplesmente dizem-me na cara que não lhe apetece fazer, felizmente não passei ainda por situações de agressão mas já aconteceu as tais faltas de respeito.
Enfim, tb espero conseguir educar o meu filho o melhor possivel.
Tudo de bom para vcs,

Bjs,
Anabela e Baby Diogo

Comentar post

Fábio & Beatriz

pesquisar

 

Castelos recentes

Mãe de menino

Eternamente meu...

O dia antes do nascimento...

O teu Batizado e Primeiro...

Promessa cumprida

6 meses depois

Primeiro dia berçario da ...

8 do 8 a partir daqui nun...

Aqui já se dorme fora de ...

Filhos

Por onde pousamos

Castelos antigos

Novembro 2014

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Abril 2006

Março 2006

blogs SAPO

subscrever feeds