Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Guarda-roupa

Quatro tábuas definem o teu guarda-roupa, que já lá guardou roupa minha e do pai, que já armazenou tralha inútil, que já serviu de grávida para abraçar as tuas roupinhas pequenas e delicadas, suaves a cheirar a amaciador especial para bebé...

Ontem serviram para recordar...

Enquanto arrumava todas as tuas roupinhas de verão que não voltarás a vestir penso no que farei com elas, chamem-me egoísta mas não consigo dar nem uma meia a ninguém , são recordações muito tuas, demasiado nossas para "dar"!

Decido então arrumar, dobradinhas, com o teu cheirinho lá no meio, a um canto do teu guarda-roupa, guardar cada pedaço, cada momento em que te vi com aquela roupinha tão linda, tão pequena, tão tua... Cai-me nas mãos a tua primeira roupinha, a roupa que embrulhei em fita de cetim azul, que transportei no colo enquanto numa cadeira de rodas me encaminharam para a sala onde virias a nascer, a roupa que te tocou no teu corpinho mal nasces-te , a roupa que afaguei a noite inteira que passas-te ao meu lado na cama de hospital, no maravilhoso dia de 2 de Maio de 2007... Como posso "dar" assim pedaços da minha vida?? Como??? Sinto que se o fizer é um pedaço de ti que dou, sinto que é um pedaço da minha vida que parte...

E assim decido guardar TUDO até ao mais pequeno detalhe, como a pulseirinha que te puseram a dizer "Filho de Cátia R. A. G."...

Quando cresceres vou lá voltar ao teu guarda-roupa procurar o teu cheiro a bebé, procurar os teus detalhes, contar-te como nasces-te como te desejei, como te amei... Como te amo Fábio!!

 

 

 

   ----    ----    ----    ----    ----    ----    ----    ----    ----    ----    ----    ----    ----

 

No meio de tudo isto, arrumei toda a roupinha do Fábio de verão, não voltarei a vê-lo naqueles fatinhos... Tem um armário menos bebé, mais rapaz, mais puto, puto reguila, calças de ganga, sweet's , coletes de penas, ténis , blusões, bonés, fatos de treino , enfim, tão grande que tá o meu filho... Parece que foi ontem, se não tiver cuidado, quando der por mim já ele traz a namorada para o quarto dele... A mexer no guarda-roupa dele que hoje a Mãe arrumou... Eu deixo!! Vou ser uma sogra fixe!!! LOLOLOL

Pela mamã Katya às 14:09
link do post | Digam ao Fábio & Beatriz | favorito
17 comentários:
De María a 10 de Outubro de 2007 às 15:13
Percebo-te muito bem.....

Eu guardei quase tudo, mas já emprestei parte, uma amiga que precisou..

Bjnhos grandes
De Filipa a 10 de Outubro de 2007 às 16:48
Percebo-te bem!
Mas sou alergica a guardar coisas :) Só tenho o primeiro fato e uns sapatos de pele azuis escuros que os meus pais lhe deram no dia em que nasceu.
De resto, uma parte está na arrecadação da sogra (nunca se sabe se vai coltar a ser preciso) e outra parte já dei.

Beijinhos.
De Filipa a 10 de Outubro de 2007 às 16:49
Correcção - voltar e não coltar :)
De Lipa a 10 de Outubro de 2007 às 19:17
Penso exactamente como tu. Chamem-me invejosa, o que quiserem, mas como tu penso que todas as roupinhas são pedaços da vida do nosso bebé.
Quanto a vires a ser uma sogra fixe...hummmmm...será que o ciúme de mãe não vai ganhar? Eheheh.
De ana(mãe em apuros!) a 10 de Outubro de 2007 às 22:39
Também não consigo dar nada... será triste pensarmos assim? Todas elas têm um significado especial... a que vestiu no primeiro encontro com a sua mamã... a que vestiu no dia em que conheceu a sua nova casa... a que vestiu quando foi pela primeira vez passear... Não quero com isto dizer que o meu filhote anda empiriquitado " nestas ocasiões... sempre lindo mas confortável. O que quero dizer é que todas as suas roupinhas têm uma história... até os usuais bodies " são importantes... todos eles me lembram a quantidade de vezes que os tive que trocar pela noite dentro porque o "sininho" do meu bebé teimava em molhá-lo todo! Que tempos, meu Deus! Que saudades...
De May a 11 de Outubro de 2007 às 01:11
Eu já dei algumas roupas, coisas que não gostava tanto que me tinham dado para ele e agora dão jeito a alguém! Mas a grande maioria estou a guardar, pela recordação e para um mano ou uma mana! ;))

Beijos
De Rita a 11 de Outubro de 2007 às 10:57
Tás como eu... tenho carradas de roupa, meias, sapatos, chapéus, até chuchas, tudo guardado e não consigo dar nada. Só dei roupa q o tiago n chegou a vestir e ainda tinha a etiqueta!
Tambem sinto q estou a ceder parte da mh gravidez, do meu parto, do meu filho, e isso não consigo. Aquela roupa foi dele e só voltará a ser vestida por outro bebé se for um mano/mana ou os filhos dos meus sobrinhos...

Rita&Tiago
De Anabela a 11 de Outubro de 2007 às 11:47
Eu também não consigo dar nada do meu filhote, até porque penso em ter mais um ou dois filhos e portanto espero reciclar alguma da roupa dele que ficou como nova, até porque existe sempre a probabilidade de ter outro menino, nunca se sabe :)

Bjs
De Sonia e Gui a 11 de Outubro de 2007 às 21:27
Olha, sou como tu eheheheh
Também guardei as roupinhas do Gui e vou mantê-las para mim. Acho que não é egoísmo, são pedaços da nossa vida.
Mil beijocas
De Mónica & Martim a 11 de Outubro de 2007 às 23:30
Esta semana fiz o mesmo... guardei numa caixa toda a roupinha do Martim dos primeiros 3 mesinhos... e fiquei muito melancólica... assusta-me ver o tempo a passar assim... a fugir-me tão depressa. Lembrei-me tb do dia em que lavei e engomei todas as roupinhas... do dia em que preparei a malinha dele para a maternidade... São momentos que passam, mas que guardamos no nosso coração... e todos os dias temos novos momentos com eles... vemos eles crescerem tão rápido...mas é tão bom acompanhar todas as evoluções...
Beijinhos amiga

Assim que tiver mais tempo respondo ao teu desafio!

Comentar post

Fábio & Beatriz

pesquisar

 

Castelos recentes

Mãe de menino

Eternamente meu...

O dia antes do nascimento...

O teu Batizado e Primeiro...

Promessa cumprida

6 meses depois

Primeiro dia berçario da ...

8 do 8 a partir daqui nun...

Aqui já se dorme fora de ...

Filhos

Por onde pousamos

Castelos antigos

Novembro 2014

Junho 2013

Maio 2013

Março 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Julho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Abril 2006

Março 2006

blogs SAPO

subscrever feeds